Interfaces entre educação profissional e pedagogia da alternância

  • Ramofly Bicalho UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Jean Rubyo Oliveira IFES - Instituto Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: educação profissional, pedagogia da alternância, agropecuária.

Resumo

Este artigo aborda as possíveis interfaces entre educação profissional e pedagogia da alternância no curso técnico de agropecuária, do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), Campus Barra de São Francisco. Consultamos documentos produzidos pelo IFES, Universidades, Ministério da Educação e Movimentos Sociais. Acreditamos que a presença do IFES na comunidade pode fortalecer as famílias camponesas e realidades do entorno, garantindo a qualidade da educação, direitos e especificidades dessa população, suas histórias de vida, identidades, memórias e valorização cultural. Nesse processo de pesquisa e construção histórica, prevaleceu o respeito às diferenças e a valorização da identidade cultural dos atores envolvidos, propondo uma educação inclusiva, questionadora, democrática e por alternância, nas instituições de ensino federalizadas. As interfaces entre educação profissional e pedagogia da alternância são reais, considerando as possibilidades políticas, pedagógicas e sociais presente nos cursos técnicos do IFES, Campus Barra de São Francisco.

Biografia do Autor

Ramofly Bicalho, UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Docente na UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Campus Seropédica. Lotado no Departamento de Educação do Campo, Movimentos Sociais e Diversidade. Atualmente, coordeno a Licenciatura em Educação do Campo da UFRRJ. Sou docente no PPGEA - Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola. Atuo com as seguintes temáticas: História da Educação do Campo e os Movimentos Sociais. Educação Popular e Educação de Jovens e Adultos.

Jean Rubyo Oliveira, IFES - Instituto Federal do Espírito Santo
Mestre em Educação Agrícola pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Diretor do Instituto Federal do Espírito Santo – IFES – Campus Barra de São Francisco-ES.

Referências

BEGNAMI, João B. Formação pedagógica de monitores das Escolas Famílias Agrícolas e alternâncias: um estudo intensivo dos processos formativos de cinco monitores. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências da Educação) – Universidade Nova de Lisboa, Belo Horizonte, MG, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. PRONACAMPO – Programa Nacional de Educação do Campo, lançado no dia 20 de março de 2012. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/pet/194-secretarias-112877938/secad-educacao-continuada-223369541/18720-pronacampo>.

______. Ministério da Educação e Cultura. Resolução n. 4, de 13 de julho de 2010. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica e, nela, a educação do campo como modalidade de ensino. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_10.pdf>.

______. Ministério da Educação e Cultura. Decreto n. 7.352, de 4 de novembro de 2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária – PRONERA. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/docman/marco-2012-pdf/10199-8-decreto-7352-de4-de-novembro-de-2010/file>.

______. Ministério da Educação e Cultura. Parecer n. 11/08, de 12 de junho de 2008. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/2008/pceb011_08.pdf>. Acesso em: 4 out. 2014.

______. Decreto n. 5.840, de 13 de julho de 2006. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/decreto/d5840.htm>. Acesso em: 4 out. 2014.

______. Decreto n. 5.154/04, de 23 de julho de 2004a. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/Decreto/D5154.htm>. Acesso em: 4 out. 2014.

______. Ministério da Educação e Cultura. Parecer n. 39/04, de 8 de dezembro de 2004b. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf_legislacao/tecnico/legisla_tecnico_parecer392004.pdf>. Acesso em: 4 out. 2014.

______. Decreto n. 2.208, de 17 de abril de 1997. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: <http://www.camara.gov.br/sileg/integras/254359.pdf>.

______. Resolução n. 3, de 9 de julho de 2008. Dispõe sobre a instituição e implantação do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos de Nível Médio. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/rceb003_08.pdf.

______. Ministério da Educação e Cultura. Conselho Nacional de Educação / Conselho Educação Básica. Resolução CNE/CEB n. 1, de 3 de abril de 2002. Diretrizes Operacionais para a Educação Básica das Escolas do Campo. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=13800-rceb001-02-pdf&category_slug=agosto-2013-pdf&Itemid=30192> .

______. Ministério da Educação e Cultura. Parecer CNE/CEB n. 16/99, de 5 de outubro de 1999. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf_legislacao/tecnico/legisla_tecnico_parecer1699.pdf>. Acesso em: 4 out. 2014.

______. Lei n. 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: MEC/SEF, 1996.

______. Constituição da República Federativa do Brasil. 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>.

_______. Lei 4024/61. Dispõe sobre as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial. Brasília, 20 de dezembro de 1961.

CIAVATTA, Maria (Org.). Ensino Médio Integrado: concepção e contradições. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Fundamentos da educação escolar do Brasil contemporâneo. Entrevista concedida a Fernanda Buarque de Hollanda, em 10/08/2006. Disponível em:
<https://agencia.fiocruz.br/frigotto-aborda-o-livro-fundamentos-da-educa%C3%A7%C3% A3o-escolar-do-brasil-contempor%C3%A2neo>. Acesso em: 6 out. 2014.

GIMONET, J. C. Praticar e compreender a pedagogia dos CEFFAs. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

MOREIRA, Antonio Flávio; SILVA, Tomaz Tadeu da. Cultura, currículo e sociedade. São Paulo: Cortez, 2011.

PACHECO, Eliezer (Org.). Perspectivas da educação profissional de nível médio: proposta de diretrizes curriculares. São Paulo: Fundação Santillana; Moderna, 2012.

SACRISTÁN, J. Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas, SP: Editores Autores Associados, 1996.

SILVA, Edna Lúcia da; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 3. ed. rev. e atual. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distancia da UFSC, 1999.

SILVA, Lourdes Helena. Modalidades, representações e práticas de alternância na formação de jovens agricultores. Revista da Formação por Alternância, Brasília, v. 1, n. 2, p. 5-23, 2006.

Publicado
2017-11-06
Seção
Artigos