Formação e conhecimento: a questão étnico-racial por professores da educação básica

  • Adriana Varani UNICAMP
  • Marcos Francisco Martins Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Mariana Martha de Cerqueira Silva Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Marco Antonio Pereira Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Laíne Horta Lima Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
Palavras-chave: Educação étnico-racial. Formação de professores para as relações étnico-raciais. Lei 10.639/03.

Resumo

O presente artigo apresenta e analisa resultados de uma pesquisa sobre a formação inicial e continuada de professores da Região de Sorocaba, SP, no que concerne à história e à cultura afro-brasileira. Para tanto foram aplicados questionários em 171 professores de escolas públicas da educação básica. Esta pesquisa fez parte de um curso de extensão ofertado a professores de escolas públicas, por militantes do movimento negro da região e docentes da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – Campus Sorocaba, no segundo semestre de 2012. A reflexão sobre os dados se referenciou nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana e alguns autores que tomam a formação como discussão. Dentre os resultados provisórios podemos elencar: a percepção de uma tímida inserção da questão étnico-racial na formação dos professores a partir da Lei 10639/03 e a inexistência da discussão indígena nos processos; o tipo de formação e muito pontual, em vezes reducionistas e sem acompanhamento da prática, caracterizando-se por cursos ministrados distantes da prática cotidiano; e por último a potencialidade de processos formativos vinculados aos movimentos negros da região em questão.

 

Referências

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP nº 3/2004, aprovado em 10 de março de 2004. Instituiu Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Relatora: Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/res012004.pdf>. Acesso em: 19 fev./2014.

FERNANDES, Florestan. O negro no mundo dos brancos. São Paulo: Global Editora, 2007.

GLASS, Ronald D. Entendendo raça e racismo: por uma educação racialmente crítica e antirracista. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 93, n. 235, p. 883-913, set./dez. 2012.

GOMES, Nilma Nilo; OLIVEIRA, Fernanda da Silva; SOUZA, Kelly Cristina Cândida. Diversidade Étnico-Racial e Trajetórias Docentes: um estudo etnográfico em escolas públicas. In: ABRAMOWICZ, Anete; GOMES, Nilma Lino (Org.). Educação e raça: perspectivas políticas, pedagógicas e estéticas. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010. (Coleção Cultura Negra e Identidades, v. 18).

GONÇALVES, Luiz Alberto Oliveira; GONÇALVES, Petronilha Beatriz e Silva. Movimento Negro e Educação. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n. 15, 2000.

JACCOUD, Luciana. O combate ao racismo e à desigualdade: o desafio das políticas públicas de promoção da igualdade racial. In: THEODORO, Mario (Org.). As políticas públicas e a desigualdade racial no Brasil 120 anos após a abolição. Brasília: IPEA, 2008.

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1990.

MOURA, Clóvis. Sociologia do negro brasileiro. São Paulo: Ática, 1988.

OLIVEIRA, Iolanda. Relações raciais e educação: novos desafios. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

PINTO, Regina Pahim. Diferenças étnico-raciais e formação do professor. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 108, p. 199-231, nov. 1999.

PLACCO, Vera Maria Nigro de Souza; SILVA, Sylvia Helena Souza. A formação do professor: reflexões, desafios e perspectivas. In: BRUNO, Eliane B. Gorgueira; ALMEIDA, Laurinda R.; CHRISTOV, Luiza Helena da Silva (Org.). O coordenador pedagógico e a formação docente. São Paulo: Loyola, 2006.

Publicado
2015-12-01
Seção
Artigos