Docentes paulistas e atuação política no período de democratização pós-ditadura militar

  • Antonio de Pádua Almeida
  • Vania Regina Boschetti Universidade de Sorocaba

Resumo

O artigo analisa a ação docente no período de transição da ditadura militar para a redemocratização;faz considerações sobre a política educacional implantada e como os professores lutaram por melhoressalários e condições de trabalho, tendo atuação importante no processo de reabertura política, com arealização de fóruns de discussão para participação dos professores e da comunidade escolar.

Biografia do Autor

Antonio de Pádua Almeida
Mestre em Educação pela Universidade de Sorocaba. Professor efetivo de História na Rede Pública Estadual.
Vania Regina Boschetti, Universidade de Sorocaba
Doutora em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo. Professora titular do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Sorocaba. Professora Titulardo Curso de Pedagogia da Universidade de Sorocaba.

Referências

A HORA DO ENSINO. Cruzeiro do Sul. Sorocaba, SP, ano 86, n. 24.612, p. 2, 1o jul. 1989.

ABATIDOS, professores pensam em voltar. Cruzeiro do Sul, Sorocaba, SP, ano 86, n. 24.614, p. 18, 4 jul. 1989.

BOSCHETTI, Vania Regina. A universidade brasileira do pós-64. 1993. Dissertação (Mestrado) – Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Piracicaba, SP, 1993.

CASADO, Maria Inês Miquelato. O sistema de ciclos e a jornada de trabalho do professor do estado de São Paulo. 2006. 110 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Piracicaba, SP, 2006.

CHOPIN promete reposição das aulas. Cruzeiro do Sul, Sorocaba, SP, ano 85, n. 24.555, p. 26, 29 abr. 1989.

CONGRESSO ESTADUAL ANUAL DA APEOESP, 6. Caderno de Resoluções. APEOESP em Notícias, São Paulo, p. 07, out. 1985.

DIVIDIDOS, os professores vão decidir hoje os rumos da greve. Cruzeiro do Sul, Sorocaba, SP, ano 86, n. 24.608, p. 12, 27 jun. 1989.

FERREIRA JR., Amarilio; BITTAR, Marisa. A proletarização dos professores. Educação e Sociedade, v. 27, n. 97, set./dez. 2006. Campina, SP. Disponível em: <http://www.cedes.unicamp.br >. Acesso em: 31 jan. 2011.

GARROSSINO, Silvia Regina Barbosa. A contribuição de Dermeval Saviani no Conselho Estadual de Educação de São Paulo (1984-1987). 2007. 94 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, SP, 2007.

GOULART, Débora Cristina. Entre a denúncia e a renúncia: A APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) frente às reformas na educação pública na gestão Mário Covas (1995-1998). 2004. 226 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Departamento de Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Campinas, SP, 2004.

LIBÂNEO, José Carlos. Democratização da escola pública: a pedagogia crítico-social dos conteúdos. 18. ed. São Paulo: Loyola, 2002.

MAGISTÉRIO em greve. Cruzeiro do Sul, Sorocaba, SP, ano 85, n. 24.555, p. 02, 25 abr. 1989.

MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. 2. ed. Tradução de Isa Tavares. São Paulo: Boitempo, 2008.

NOTÁRIO, Antonio Carlos Soler. Autonomia do trabalho docente na rede pública paulista: política educacional e resistência sindical. 2007. 137 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação e Letras, Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, SP, 2007.

SAVIANI, Dermeval. História das idéias pedagógicas no Brasil. 3. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2010.

SOUZA, Aparecida Neri de. Sou Professor, Sim Senhor!: representações do trabalho docente. Campinas, SP: Papirus, 1996.

TESES para o XIII Congresso da APEOESP. Caderno de Teses. Educação no Centro das Atenções: uma urgência nacional. São Paulo, agosto 1994.

Publicado
2013-05-31
Seção
Artigos