Apontamentos sobre o conceito de identidade profissional de professores

  • Camila Alberto Vicente de Oliveira UNESP
  • Alberto Albuquerque Gomes UNESP

Resumo

Refletir sobre a identidade profissional do professor exige que se discuta como um profissional, que em sua história recente tem sido vítima de políticas salariais desastrosas e submetido a condições de trabalho e de formação totalmente inadequadas, pode construir sua identidade. Além disso, tem se exigido do professor, de forma paradoxal, um compromisso com a autoformação, além da formação profissional obtida nos cursos de formação de professores. Considerando que a identidade profissional do professor constrói-se, pelo sentimento de pertença a uma comunidade de professores, pelas práticas sociais dos sujeitos e pela articulação das esferas do conhecimento, das normas e valores profissionais e dos saberes pedagógicos, defendemos que isto passa, necessariamente, pela reconstrução das relações dialógicas entre estas esferas.

Biografia do Autor

Camila Alberto Vicente de Oliveira, UNESP
Mestranda do Programa de Mestrado em Educação
daUNESP/Presidente Prudente.
Alberto Albuquerque Gomes, UNESP
Professor da UNESP/Presidente Prudente. Pesquisador
da Unidade de Investigação e Desenvolvimento, Observatório
de Políticas de Educação e de Contextos Educativos
da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

Referências

BUENO, Francisco da Silveira. Grande dicionário etimológico-prosódico da língua portuguesa. São Paulo: Saraiva, 1968.

CARROLO, Carlos. Formação e identidade profissional dos professores. In: ESTRELA, Maria Teresa (org). Viver e construir a profissão. Porto: Porto Editora, 1997. p.22-50

ESTEVE, José Manuel. O mal-estar docente – a sala de aula e a saúde dos professores. Bauru: Edusc, 1996.

LIBÂNEO, José Carlos. O professor e a construção da sua identidade profissional. In: LIBÃNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2001. p. 62-71.

LOPES, Amélia. Libertar o desejo, resgatar a inovação: A construção de identidades profissionais docentes. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 2001.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, Selma Garrido (org). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez, 2000. p.15-34.

SANCHES, Maria de Fátima Chorão. (Re)construção emancipatória da identidade dos professores na era da globalização e da sociedade do conhecimento: que possibilidades? In: ADÃO, Aurea & MARTINS, Édio (org.). Os professores: identidades reconstruídas. Lisboa: Edições Universitárias Lusófonas/Edições Universitárias Lusófonas, 2004. p. 37 – 54

TEODORO, Antonio. Crise de identidade nos papéis e na formação de professores. Quatro tópicos a partir de uma leitura sociológica. 3o Encontro Ibérico e História da Educação - Braga: Junho de 1998, p.1-8. Disponível em http://www.ulusofona.pt/. Acesso em 30 julho de 2003.

TEXTO CONSULTADO

HARGREAVES, Andy. Ser professor na era da insegurança. In: ADÃO, Aurea & MARTINS, Édio (Orgs.). Os professores: identidades reconstruídas. Lisboa: Edições Universitárias Lusófonas, 2004, p. 13 - 36.

Publicado
2013-10-31
Seção
Artigos