Perspectivas da gestão democrática da educação na elaboração de políticas públicas: a constituinte escolar de Mato Grosso do Sul

  • Vera Maria Vidal Peroni UFRGS

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar um debate acerca da gestão democrática na elaboração de políticas públicas, como contraposição ao que vem se materializando nas políticas educacionais nacionais, que de um lado centralizam e controlam, e de outro, descentralizam e se descomprometem. A teoria neoliberal propõe esvaziar as instituições democráticas, permeáveis à correlações de forças e o que permanecer delas deve ter a lógica de mercado para ser mais eficiente e produtiva. Por isso, ao invés de repassar as responsabilidades para a sociedade, chamá-la para definir as responsabilidades do poder público é uma enorme inversão da pauta neoliberal e políticas como Orçamento Participativo, Constituinte Escolar devem estar no centro desse debate.

Biografia do Autor

Vera Maria Vidal Peroni, UFRGS
Doutora em Educação pela PUC/SP. Professora da UFRGS/
Faculdade de Educação / Pós-graduação em Educação.

Referências

BARROS NETO, Sebastião do Rego. Política externa e as questões de alta tecnologia. In: Temas de política externa brasileira. Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão/Ática, 1989.

BORON, Atilio. Estado, capitalismo e democracia na América Latina. São Paulo: Paz e Terra, 1994.

BRASIL.. Ministério da Administração e Reforma do Estado. Plano diretor da reforma do aparelho de Estado. Brasília, 1995.

CALDEIRA. Dossiê Constituinte. Rio de Janeiro: Centro Ecumênico de Documentação e Informação/MEC, 1986.

FERNANDES, Florestan. Nova República? Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

GONÇALVES, Reinaldo. As transnacionais e a crise brasileira. In: Cadernos do terceiro mundo.. n. 159, 1993.

GONÇALVES, Willians da Silva. O Brasil no novo sistema internacional. In: VIZENTINI, Paulo (org.). A grande crise. Petrópolis: Vozes, 1992.

LAURELL, Asa Cristina (org.). Estado e políticas sociais no neoliberalismo. São Paulo: Cortez/CEDEC, 1995.

O’DONNELL, Guillermo. Sobre o Estado, a democratização e alguns problemas conceituais. In: Novos estudos. São Paulo, n. 36, p. 123-46, jun. 1993.

TAVARES, Maria da Conceição; FIORI, José Luís. Desajuste global e a modernização conservadora. São Paulo: Paz e Terra, 1993.

VIZENTINI, Paulo. A grande crise. Petrópolis: Vozes, 1992.

VIEIRA, Evaldo. Democracia e política social. São Paulo: Cortez., 1992. (Coleção Polêmicas do Nosso Tempo, v. 49).

Publicado
2013-10-25
Seção
Dossiê