O periódico Excelsior! (1911-1916) como ponto de observação do campo de formação de professores

  • Emerson Correia da Silva UNESP – Marília
  • Ana Clara Bortoleto Nery UNESP – Marília

Resumo

Propomos para o presente artigo o estudo do periódico Excelsior! com o objetivo de apreender os aspectos referentes ao nascente campo de formação de professores em São Carlos e no estado de São Paulo. Com base na materialidade da revista, conceito do autor francês Roger Chartier, discutimos informações sobre o periódico e seus autores, assim como as leituras indicadas como adequadas e suas representações. Buscamos as marcas deixadas pelo periódico produzido pelos alunos da Escola Normal de São Carlos, nos anos de 1911 a 1916, com especial atenção para os aspectos de sua produção, circulação e editoração, destacando-se os dispositivos textuais e tipográficos utilizados como estratégias de conformação dos leitores e das leituras. Deste modo, observamos modos de educar, relações existentes na escola, as principais teorias empregadas e concepções envolvendo o tema democracia no trato do grêmio normalista e a imprensa periódica educacional.

Biografia do Autor

Emerson Correia da Silva, UNESP – Marília
Mestrando em Educação pela UNESP – Marília.
Ana Clara Bortoleto Nery, UNESP – Marília
Doutora em Educação pela USP. Profa. da UNESP - Marília

Referências

A REDACÇÃO. Editorial. Excelsior! (Escola Normal de S. Carlos), [s.l.: s.n.], n.1, p. 5-5, nov. 1911.

BARREIRA, Luiz Carlos et al. Estudo de periódicos: possibilidades para a história da educação brasileira. In: MENEZES, Maria Cristina (Org.). Educação, memória, história: Possibilidades, leituras. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2004.

CAMARGO, Luiz de Arruda; SANTOS, Architiclino dos. Acta da fundação do “Gremio Normalista 22 de Março” e da eleição da directoria provisória. EXCELSIOR! (Escola Normal de S. Carlos). [S.l.: s.n.], n. 1, nov. p. 6-6, 1911.

CARVALHO, Marta Maria Chagas de. Por uma história cultural dos saberes pedagógicos. In: SOUSA, Cynthia Pereira de; CATANI, Denice Barbara (Orgs.). Práticas educativas, culturas escolares, profissão docente. São Paulo: Escrituras, 1998.

CHARTIER, Roger. A História Cultural: entre práticas e representações. Rio de Janeiro: Bertrand, 1990.

______. A ordem dos livros: leitores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVIII. 2.ed., Brasília: UNB, 1998.

______; CAVALLO, Guglielmo. História da leitura no mundo ocidental 1. Ática, 2004.

MONARCHA, Carlos. Escola Normal da Praça: o lado noturno das luzes. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1999.

NERY, Ana Clara Bortoleto; SILVA, Emerson Correia da. Associativismo Discente nas Escolas Normais do Brasil e de Portugal. Revista Educação e Cidadania. Campinas, SP: Átomo e Alínea, v. 5, p. 25-37, 2006.

SILVA, Emerson Correia da. O professor ideal em Excelsior! (1911-1916): a revista dos alunos da escola normal de São Carlos. São Carlos, SP: Rima Editora. (no prelo).

Publicado
2013-06-10
Seção
Artigos