Transição entre a Educação Pré-Escolar e o primeiro ano: desafios do contexto educativo português

Palavras-chave: transição, articulação entre os ciclos, prática pedagógica

Resumo

Com esta pesquisa, buscamos perceber desafios que se colocam no processo de transição entre a Educação Pré-Escolar e o 1º Ciclo do Ensino Básico e como eles são espelhados na prática pedagógica dos diferentes atores no processo: educadores de infância, professores do 1º Ciclo do Ensino Básico e famílias. Analisamos: planificações, registos, relatórios de avaliações e, ainda, a relação destes instrumentos com as novas demandas das Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar de 2016 (OCEPE) e o Decreto Lei n. 55/2018. Foi realizado um estudo qualitativo, no paradigma fenomenológico interpretativo. A pesquisa nos permitiu constatar sobre a articulação: i) O olhar das entrevistas e observações das práticas pedagógicas; ii) O tempo das crianças; iii) A importância da afetividade; iv) Do ofício de criança ao ofício do aluno; v) Transição da casa para 1º ano; vi) O olhar das educadoras/professoras sobre os planeamentos; Regras e a imaturidade para adaptação.

Biografia do Autor

Silvani Kempf Bolgenhagen, Universidade do Porto

Doutora em Ciências da Educação na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação – Universidade do Porto. Supervisora Escolar da Rede Municipal da Educação Infantil de Florianópolis, SC.

Ariana Cosme, Universidade do Porto

PhD em Escola de Educação e Humanidades – Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Doutora em Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade do Porto, Portugal. Professora auxiliar na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Ana Cristina Pinheiro, Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti

Doutora em Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade do Porto, Portugal. Mestre em Educação (Instituto de Educação e Psicologia – Departamento de Tecnologia Educativa). Graduada em bacharelado de Educação de Infância pela Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti. Professora da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti.

Referências

BRONFENBRENNER, Urie. The ecology of human development: experiments by nature and design. London: Library of Congress Cataloging in Publication, 1979.

COSME, Ariana. Autonomia e flexibilidade curricular – propostas e estratégias de ação. Porto: Porto, 2018.

CRUZ, Maria de Lurdes Moutinho da. Articulação curricular entre a EB1 e o jardim-de infância: práticas docentes. 2008. Dissertação (Mestrado em Análise Social e Administração da Educação) – Universidade de Aveiro, Aveiro, 2008.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. 20. ed. Petrópolis: Editora Vozes, 1999. Disponível em: http://escolanomade.org/wp-content/downloads/foucault_vigiar_punir.pdf. Acesso em: 10 dez. 2018.

JULIÃO, António Luis. Autonomia curricular do professor em Angola: limites, desafios e possibilidades. Revista Contemporânea de Educação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 29, p. 311, jan/abr. 2019. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rce/article/view/22155/pdf. Acesso em: 15 dez. 2019.

QUINTEIRO, Jucirema; CARVALHO, Diana Carvalho. O Ensino Fundamental de nove anos e o direito à infância na escola não são sinônimos! Revista Pedagógica, Chapecó, v. 17, n. 35, p: 119-35, 2015. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/5611501.pd. Acesso em: 05 dez. 2018.

ROCHA, Eloisa Acires Candal. Diretrizes Educacionais − pedagógicas para a Educação Infantil. Florianópolis: Prelo Gráfica e Editora ltda, 2010. Disponível em: http://www.pmf.sc.gov.br/arquivos/arquivos/pdf/12_05_2010_15.24.41.03c7e67bbe979ef30c2efe7d1db1468a.pdf. Acesso em: 04 dez. 2018.

SAHNOW, Shahnaz. Bridging the Gap between Preschool and Elementary School Leveling the Playing Field for Underserved Children: Leveling the Playing Field for Underserved Children. [s.l.]: [s.n.], 2015. Disponível em: http://www.ero.gov.nz/assets/Uploads/2015-Continuity-of-Learning-pd. Acesso em 03 abr. 2018.

SARMENTO, Manuel. A reinvenção do ofício de criança. Atos da Pesquisa em Educação, v. 6, n. 3, p. 581-602, 2011. Disponível em: http://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/2819/1825. Acesso em: 25 ago. 2017.

SERRA, Célia Maria Almeida Matos. Currículo na educação pré-escolar e articulação com o 1º ciclo do Ensino Básico. Porto: Porto Editora, 2004.

SILVA, Isabel Lopes da; MARQUES, Liliana; MATA, Lourdes; ROSA, Manuela. Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar. Portugal: Ministério da Educação, 2016. Disponível em: http://www.dge.mec.pt/ocepe/index.php/node/56. Acesso em: 21 jul. 2018.

SILVA, Agostinho Márcia da. Vai sentar, parece que tem um bicho forgulha no corpo!: O lugar das crianças no processo inicial de escolarização no ensino fundamental. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências da Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2010.

VASCONCELOS, Teresa. Vamos derrotar a municipalização das escolas. In: Transição Jardim de Infância – 1º Ciclo: um campo de possibilidades. Revista Escola Informação Digital, Lisboa, n. 5, p. 5-10, jan. 2015. em: https://www.spgl.pt/Media/Default/Info/ESCOLA DIGITAL 5.pdf. Acesso em: 4 nov. 2018.

WOODHEAD, Martin; MOSS, Peter. Early childhood and Primary Education: transitions in the lives of young children. United Kingdom: The Open University, 2007. (Early Childhood in Focus, v. 2). Disponível em: http://amapedia.amazon.com/view/Early+Childhood+in+Focus+2:+Early+Childhood+and+Primary+Education,+Transitions. Acesso em: 10 dez. 2018.

PORTUGAL. Educação de Infância. Direção Geral de Educação, [ s.l.], [s.d.]. Disponível em: http://www.dge.mec.pt/educacao-de-infancia. Acesso em: 15 maio 2018.

PORTUGAL. Decreto Lei n. 55/2018, 6 de julho. Diário da República, 1ª série, n. 129, 6 jul. 2018. Disponível em: http://www.dge.mec.pt/sites/default/files/Curriculo/AFC/dl_55_2018_afc.pdf; http://www.Ero.gov.nz/assets/Uploads/2015-Continuity-of-Learning-pdf. Acesso em: 21 jul. 2018.

ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT [OECD]. Starting Strong. Engaging Young Children: lessons from research about quality in early childhood education and care. Paris: OECD, 2018. Disponível em: www.oecd.org/about/publishing/corrigenda.htm. Acesso em 21 mar. 2019.

Publicado
2021-06-10
Seção
Artigos