Tecnologia e currículo: trajetórias convergentes ou divergentes?

  • Katia Alexandra de Godoi e Silva Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Resumo

.

Biografia do Autor

Katia Alexandra de Godoi e Silva, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Doutora em Educação, na linha de pesquisa Novas Tecnologias na Educação, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Pesquisadora do Grupo de Pesquisas e Estudos em Tecnologia Educacional e Educação a Distância (Geted).

Referências

ALMEIDA, M. E. B. Integração de tecnologias à educação: novas formas de expressão do pensamento, produção escrita e leitura. In: VALENTE, J. A.; ALMEIDA, M. E. B. (Org.). Formação de educadores a distância e integração de mídias. São Paulo: Avercamp, 2007.

APPLE, M. W. Repensando ideologia e currículo. In: MOREIRA, S. F.; SILVA, T. T. (Org.). Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez, 1994. p. 39-58.

BORGES, M. A. F. Apropriação das tecnologias de informação e comunicação pelos gestores educacionais. 2009. 321 f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.

CAPPELLETTI, I.F. (Org.). Avaliação educacional: fundamentos e práticas. São Paulo: Articulação Universidade/Escola, 1999.

DEWEY, J. Lógica: teoría de la investigación. México: Fundo de Cultura, 1950.

DIAS, P. Da e-moderação à mediação colaborativa nas comunidades de aprendizagem. Educação, Formação e Tecnologia, v. 1 (1), abr. 2008.

DWYER, B. Preparing for the 21st Century: a Paradigma for our Times. Innovations in Education and Training International, 32 (3), p. 269-277, 1995.

FREIRE, P. Pedagogia dos sonhos possíveis. In: FREIRE, A. M. (Org.). Pedagogia dos sonhos possíveis. São Paulo: Unesp, 2001.

GALLO, S. A orquídea e a vespa: transversalidade e currículo rizomático. In: GONSALVES, E.; PEREIRA, M. Z.; CARVALHO, M. E. Currículo e contemporaneidade: questões emergentes. São Paulo: Alínea, 2004.

GOODSON, I. O currículo em mudança. Estudos na construção social do currículo. Portugal: Porto Editora, 2001.

HADJI, C. Avaliação desmistificada. Porto Alegre: Artmed, 2001.

MIGEN. Intelligent support for mathematical generalisation. Disponível em: <http://www.lkl.ac.uk/cms/index.php?option=com_content&task=view&id=193&Itemid=91>. Acesso em: out. 2014.

MOREIRA, A. F.; ARROYO, M. G.; GONZÁLES, M.; BEAUCHAMP, J.; PAGEL, S. D.; NASCIMENTO, A. R. Indagações sobre o currículo. Currículo e desenvolvimento humano. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/Ensfund/indag1.pdf>. Acesso em: out. 2014.

PACHECO, J. A. Currículo: teoria e práxis. Porto: Porto Editora, 1996.

PERRENOUD, P. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens entre duas lógicas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

SACRISTAN, G. J. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: Artmed, 1998.

SANDHOLTZ, J. H.; RINGSTAFF, C.; DWYER, D. C. Ensinando com tecnologia: criando salas de aula centradas nos alunos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

SILVA, B. D. As tecnologias de informação e comunicação nas reformas educativas em Portugal. Revista Portuguesa de Educação, ano/v. 17, n. 2, 2001.

UNESCO. Information communication technology in education: a curriculum for schools and programms of teacher development. 2002. Disponível em: <http://unesdoc.unesco.org/images/0012/001295/129538e.pdf>. Acesso em: out. 2014.

Publicado
2014-11-26
Seção
Resenha