O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e a formação de professores que ensinam matemática

  • Cláudio José Oliveira Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC.

Resumo

Este texto tem por objetivo apresentar osresultados de uma pesquisa em andamento (2012-2013) que visa produzir dados sobreo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) de uma universidadecomunitária na região Centro-Serra do Estado do Rio Grande do Sul. Neste texto,problematizamos as narrativas de bolsistas “pibidianos” dos Cursos de Pedagogia eMatemática, discutindo seus efeitos de verdade na formação docente dos mesmos. Na produção dedados, utilizamos a técnica do Grupo de Discussão (GD). O material de pesquisafoi organizado a partir da transcrição das entrevistas coletivas e dosregistros no diário de campo. Na análise realizada, problematizamos o PIBIDcomo um espaço de relações de poder que promovem a normalização no sentido deinstrumentalizar os futuros professores. Deste modo, ao pensarmos nas experiências vivenciadas pelos alunos noPIBID, épossível inferir que elas instituem verdades sobre a formação docente deprofessores que ensinam matemática.

Biografia do Autor

Cláudio José Oliveira, Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC.
Doutor em Educação. Professor pesquisador no Departamento de Educação e Programa de Pós-Graduação em Educação da        Universidadede Santa Cruz do Sul – UNISC. E-mail. coliveir@unisc.br
Publicado
2014-11-25
Seção
Artigos