Universidade e Barbárie: o caso do trote

  • Antonio Alvaro Soares Zuin UFSCAR

Resumo

O objetivo deste artigo é argumentar que o espírito da chamada educação para a disciplina através da dureza, de caráter sadomasoquista, ainda se faz presente em práticas “educativas” cotidianas, as quais geralmente recebem a aquiescência dos agentes educacionais envolvidos. Dentro deste contexto, o exemplo do chamado trote universitário torna-se um relevante indicativo da permanência de um caldo de cultura que incentiva a produção e a reprodução de ritos de integração alicerçados na humilhação e no escárnio dos calouros universitários.

Publicado
2013-11-12
Seção
Artigos