Sentidos de autoria do fazer e saber docente: trama de fios e diálogos na escola

  • Carla Helena Fernandes UNICAMP
  • Guilherme do Val Toledo Prado UNICAMP

Resumo

Apresentamos neste artigo reflexões sobre o fazer e os saberes dos professores concebidos na autoria e na interlocução com os sujeitos da/na escola. Para tanto, à ideia de autoria, conceito bakhtiniano, foram associados os estudos de Tardif sobre o saber docente, nos quais se enfatiza a concepção do saber construído a partir da prática. Nossa investigação, realizada em escola pública municipal, estudou o Trabalho Docente Coletivo (TDC), reuniões semanais de professores do sexto ao nono ano do Ensino Fundamental, no ano de 2005. Os dizeres dos professores, sobretudo os relativos às Assembleias de Classe, levaramnos a considerar o fazer e saber docentes no interior de tramas discursivas construídas e desconstruídas na escola, nesse caso, saberes sobre as decisões tomadas para a escola e sala de aula.

Biografia do Autor

Carla Helena Fernandes, UNICAMP
Doutora em Educação (UNICAMP). Participante do Grupo
de Estudos e Pesquisas em Educação Continuada
(GEPEC).
Guilherme do Val Toledo Prado, UNICAMP
Doutor em Educação. Professor da UNICAMP. Coordenador
do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Continuada
(GEPEC).

Referências

BAKHTIN, M. O autor e a personagem na atividade estética. In: ______. Estética da criação verbal. 4. ed. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003a. p. 3-194.

______. Marxismo e filosofia da linguagem. 11. ed. Trad. Michel Lahud e Yara F. Vieira. São Paulo: Hucitec, 2004.

______. Os gêneros do discurso. In: ______. Estética da criação verbal. 4. ed. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003b. p. 261-306.

______. Apontamentos de 1970-1971. In: ______. Estética da criação verbal. 4. ed. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003c. p. 367-392.

BARROS, D. L. P. Procedimentos de reformulação: a correção. In: PRETI, D. (Org.). Análise de textos orais. São Paulo: Humanitas, FFLCH/USP, 1993. p. 129-156.

______. Interação em anúncios publicitários. In: PRETI, D. (Org.). Interação na fala e na escrita. São Paulo: Humanitas, FFLCH/USP, 2002. p. 17-44.

CHARAUDEAU, P.; MAINGUENEAU. D. Dicionário de análise do discurso. Trad. Fabiana Komesu. São Paulo: Contexto, 2004.

DUBOIS, J. et al. Dicionário de Lingüística. 6. ed. São Paulo: Cultura, 1978.

MOTA, E. A. D. Saberes e conhecimentos docentes..: experiências da formação e experiências da profissão. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

PUIG, J. M.; X.; ESCARDIBUL, S.; NOVELLA, A. M. Democracia e participação escolar-: propostas de atividades. São Paulo: Moderna, 2000.

RIBEIRO, N. B. Entrecruzamentos de gêneros discursivos na universidade..: esferas do político, do científico e do ensino. 2005. 396f. Tese (Doutorado em Linguística) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

TRASK, R. L. Dicionário de linguagem e lingüística. Trad. Rodolfo Ilari. São Paulo: Contexto, 2004.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

VARANI, A. A constituição do trabalho docente coletivo..: re-existência docente na descontinuidade das políticas educacionais. 2005. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, 2005.

VICENTINI, A. A. F. O trabalho coletivo docente..: contribuições para o desenvolvimento profissional dos professores. 2006. 250p.. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006.

Publicado
2013-06-04
Seção
Artigos