Evasão nos cursos de graduação da Universidade Federal de Mato Grosso, campus universitário de Cuiabá – um processo de exclusão

Tereza Christina M. A. Veloso, Edson Pacheco de Almeida

Resumo


O objetivo do trabalho é acrescentar dados à compreensão do fenômeno da evasão universitária, numa concepção institucional. Realizado na Universidade Federal de Mato Grosso, tendo como participantes os Coordenadores de Curso, a Coordenação de Administração Escolar, a Coordenação de Processamento de Dados e a Pró Reitoria de Ensino de Graduação, onde propomos-nos acrescentar a abordagem qualitativa ao enfoque quantitativo dos estudos dessa natureza. Foram pesquisados quatorze cursos de graduação, e ao finalizarmos, supomos que a evasão nessa Instituição se caracteriza por um processo de exclusão e que, mais do que um processo dependente do aluno é um fenômeno institucional, reflexo da ausência de uma política de permanência do aluno no curso de sua opção.


Texto completo:

PDF

Referências


AMBRUST, R. de C. C. A Evasão no 3º Grau: A Faculdade de Enfermagem da PUCCAMP. 1995, 135 p. Dissertação (Mestrado em Educação na Área de Ensino Superior) – Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. Secretaria de Ensino Superior. Comissão Especial de Estudos sobre a Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras. ANDIFES/ABRUEM, SESu, MEC, Brasília, 1996. 134 p.

BUARQUE, C. A Aventura da Universidade. São Paulo: Editora UNESP; Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994. 239 p.

CUNHA, A. M. Evasão no Curso de Química da UnB: A interpretação do aluno evadido., 1997. 136 p. [Dissertação (Mestrado em Psicologia)]. Universidade de Brasília, Brasília.

DURANTE, L. C. Conforto ambiental das escolas estaduais de Cuiabá – MT. UFMT, 1999, 215 p. [Dissertação (Mestrado em Educação)]. Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá.

FRANCO, M. A. C. O Vestibular e o Acesso à Universidade Pública: Um Problema de Seleção ou de Autonomia? In: VELLOSO, Jacques (org.). Universidade Pública Política, Desempenho, Perspectivas. Campinas: Papirus, 1997. p. 107-136.

HAIR,J.F.; ANDERSON, R.E.; TATHAM,R.L.; BLACK,W.C. Multivariate data analysis. 4ª ed. New Jersey: Prentice Hall, 1998.730 p.

MASETTO, M. T. Professor Universitário: Um profissional da Educação na Atividade Docente. In: ___. Docência na Universidade. Campinas: Papirus, 1998. p. 9-26.

PAUL, J., SILVA, N. do V. Conhecendo o seu lugar: A Auto - Seleção na Escolha da Carreira. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Brasília, v.14, n.14, p. 115-130, jan./jun. 1998.

PEREIRA, J. T. V. Diplomação, Retenção e Evasão dos Cursos de Graduação das Universidades Públicas Paulistas: relatório final. São Paulo: UNICAMP, 1997. 171 p.

PLACCO, V. M. N. de S.. Formação e Prática do Educador e do Orientador. Campinas: Papirus, 1994. 31 p.

RISTOFF, D. A tríplice crise da universidade. In: TRINDADE, Hélgio (org.). Universidade em ruínas na república dos professores. Petrópolis: Vozes, 1999. p. 201-210.

___. Universidade em foco: reflexões sobre a educação superior. Florianópolis: Insular, 1999. 240 p.

SANTOS, B. de S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, 1997. 348 p.

SOUZA, F. M. C. de, SOUZA, B. C. de. Parâmetros para Análise e Utilização de Resultados Estatísticos na Avaliação Institucional. Avaliação, Campinas, v.1, n.3, p. 49-52, mar. 1997.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO. Coordenação de Exames Vestibulares – CEV. Pesquisa sócio-econômico e cultural e desempenho dos candidatos classificados no concurso vestibular 1996-1998. Cuiabá: UFMT, 1999.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Evasão nos Cursos de Graduação da UFRGS em 1991, 1992, 1993. Porto Alegre: UFRGS/PROPLAN/DEPI, 1996. 83p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2318-1982 
ISSN impresso: 1414-5138 (até n.34, jul./dez.2012)

 

 


Indexada em: