Significados de pesquisa segundo professores formadores de um curso de Pedagogia

  • Romilda Teodora Ens PUC-PR
  • Marli E. D. A. de André PUC-PR

Resumo

O presente trabalho analisa dados de depoimentos de professores formadores sobre o significado da pesquisa com o objetivo de compreender a seguinte questão: qual o significado atribuído por professores à proposta de Prática Profissional denominada Pesquisa da Prática Pedagógica? Para coletar os dados, fez-se uso da entrevista semi-estruturada. Os resultados obtidos, com base em seis entrevistas, apontam contradições e limitações que permeiam a presente proposta de formação de professores: em primeiro lugar, como a pesquisa é relacionada ao TCC e se poderá ou não estar relacionada às práticas de intervenção profissional; em segundo, o exercício de pesquisar não alcança todos os professores; há preocupação em relação ao tipo de pesquisa, ou a como coletar dados sem uma preocupação com a produção do conhecimento novo e com a comunicação; e terceiro, a pouca formação para a pesquisa de muitos professores parece fortalecer alguns posicionamentos e resistências, mas, ao mesmo tempo parece expressar uma concepção de pesquisa voltada à análise da prática escolar.

Biografia do Autor

Romilda Teodora Ens, PUC-PR
Doutora em Educação pela PUC-SP. Professora da PUCPR.
Marli E. D. A. de André, PUC-PR
Ph.D. em Educação pela Universidade de Illinois (USA). Professora da PUC-PR.

Referências

ANDRÉ, M.E.D.A. O papel mediador da pesquisa no ensino de didática. In: ANDRÉ, M.E.D.A.; OLIVEIRA, M.R.N.S. (Orgs.). Alternativas no ensino de didática. Campinas: Papirus, 1997.

ANDRÉ, M. Eu, professora-avaliadora. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 105, p. 78-91, nov. 1998.

ANDRÉ, M. Pesquisa, formação e prática docente. In: ANDRÉ, M. (Org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001. p. 55-70.

BEILLEROT, J. A pesquisa: esboço de uma análise. In: ANDRÉ, M. (Org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. Campinas: Papirus, 2001. p. 71-90.

CUNHA, M.I. Pesquisa e pós-graduação em educação: o sentido político e pedagógico da formação. 26a REUNIÃO DA ANPED. Poços de Caldas, 2003.

DEMO, P. Educar pela pesquisa. Campinas: Autores Associados, 1995.

ENS, R.T. Significados da pesquisa segundo alunos e professores de um curso de Pedagogia. 2006, 138f. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006a.

______. Significados da pesquisa segundo professores formadores. In: 29a REUNIÃO ANUAL DA ANPED: educação, cultura e conhecimento na contemporaneidade: desafios e compromissos. Anais... Caxambu: Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação, 2006b. 1CD.

GATTI, B.A. Formação do professor pesquisador para o ensino superior: desafios. In: BARBOSA, R.L.L. (Org.). Trajetórias e perspectivas da formação de educadores. São Paulo: UNESP, 2004. p. 433-441.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 3.ed. São Paulo: Cortez, 2002.

MORIN, E. Conferência de julho/97: por uma refor0ma do pensamento. Margem: revisitando o Brasil, São Paulo, n. 6, p.175-183, 1997.

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR. Projeto Pedagógico do Curso de Pedagogia – 1999, Educação em debate: cadernos de educação 5. Curitiba: Champagnat, 1999.

STENHOUSE, L. Investigación y desarrollo del curriculum. 3.ed. Madrid: Morata, 1991.

Publicado
2013-06-10
Seção
Dossiê