A Escola Normal no século XIX: as contribuições de Rui Barbosa para a educação pública e a formação de professores

  • Maria Cristina Gomes Machado
  • Analete Regina Schelbauer

Resumo

O artigo tem por objetivo apresentar uma discussão acerca da importância que a formação de professores e a consolidação da Escola Normal, como tarefa do Estado, recebe na obra de Rui Barbosa, em consonância com o final do século XIX. Neste período, no Brasil, concomitantemente à Europa e à América do Norte, crescem as campanhas em favor da organização da escola pública, laica, gratuita e obrigatória. A formação de professores se coloca como uma questão fundamental para as nações que almejavam organizar os seus sistemas nacionais de ensino. Rui Barbosa, através de seus pareceres sobre a “Reforma do Ensino Primário e Várias Instituições Complementares da Instrução Pública” (1882), oferece um importante diagnóstico sobre a situação do ensino no país e uma relevante contribuição quanto as inovações pedagógicas consideradas necessárias para desencadear as reformas da instrução pública no Brasil.

Referências

BRASIL. Decreto-lei n. 7.247, de 19 de abril de 1879. Reforma do ensino primário, secundário no município da Corte e superior em todo o Império. Rio de Janeiro: Typ. Nacional, 1879.

BARBOSA, Rui. Obras completas. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1942. Vol. IX, tomo I: Reforma do ensino secundário e superior.

_____. _____. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1947. Vol. X, tomo I ao IV: Reforma do ensino primário e várias instituições complementares da instrução pública.

_____. _____. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1946. Vol. IX, tomo II: Discursos e trabalhos parlamentares.

LEONEL, Zélia. Contribuição a história da escola pública. (Elementos para a crítica da teoria liberal da educação). Campinas, 1994. (Tese de Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação.

MACHADO, Maria Cristina Gomes. O projeto de Rui Barbosa: o papel da educação na modernização da sociedade. Campinas, 1999. (Tese de Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação.

NÓVOA, Antonio. O processo de profissionalização do professorado. Conferência proferida na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, em novembro de 1996.

SCHELBAUER, Analete Regina. Idéias que não se realizam. O debate sobre a educação do povo no Brasil de 1870 a 1914. Maringá: Eduem, 1998.

Publicado
2013-11-11
Seção
Dossiê