A turma de trás: preconceito e exclusão aos alunos do “fundão”

  • Renata de Almeida Vieira Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí, PR
  • Lizete Shizue Bomura Maciel UEL

Resumo

Neste artigo apresenta-se o resultado de uma investigação acerca de uma das manifestações do fenômeno preconceito presentes no contexto escolar. Trata-se do preconceito produzido em relação aos alunos que se localizam no fundo da sala de aula e que são comumente denominados alunos do “fundão”. Por meio de estudo bibliográfico associado a um estudo de campo, constatou-se que o preconceito que margeia os alunos do “fundão” apresenta-se de modo vulgarizado no dia-a-dia da sala de aula. Desse modo, é convertido em algo banal, cristalizando-se e não sendo percebido tanto pelos alunos quanto pelos professores.

Biografia do Autor

Renata de Almeida Vieira, Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí, PR
Mestre em Educação. Professora colaboradora da Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí, PR. Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação, Preconceito e Formação de Professores.
Lizete Shizue Bomura Maciel, UEL
Professora doutora do curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá, PR (Mestrado e Doutorado). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação, Preconceito e Formação de Professores.

Referências

BORNIOTTO, Maria Luisa da Silva. A aparência física e estética dos alunos como determinantes para a exclusão: um novo olhar preconceituoso do professor no meio escolar? 2002. 212f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2002.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. A turma de trás. In: MORAIS, Régis de (Org.). Sala de aula: que espaço é esse? Campinas-SP: Papirus, 1986.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 4.ed. São Paulo: Cortez, 2000.

CROCHIK, José Leon. Preconceito: indivíduo e cultura. São Paulo: Robe, 1995.

SANFELICE, José Luiz. Sala de aula: intervenção no real. In: MORAIS, Régis de (Org.). Sala de aula: que espaço é esse? Campinas-SP: Papirus, 1986.

SCHIFF, Michel. A inteligência desperdiçada: desigualdade social, injustiça escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

SNYDERS, George. A alegria na escola. São Paulo: Manole, 1988.

Publicado
2013-06-05
Seção
Ponto de Vista