Política de educação superior e os programas de permanência para universidades públicas - 2003-2010

  • Débora Nepomuceno de Souza
  • Mariluce Bittar UCDB

Resumo

Este artigo apresenta a análise dos programas de permanência implementados nas universidades públicas de Mato Grosso do Sul, em específico a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), de 2003 a 2010, no âmbito das políticas de expansão da educação superior. Como procedimentos metodológicos, foram utilizados: a) análise documental e de legislação; b) entrevistas semiestruturadas com alunos bolsistas dos programas de permanência da UFMS. Os resultados indicam que no governo de Luiz Inácio Lula da Silva foram implementados e/ou regulamentados programas de educação superior para possibilitar a permanência dos estudantes nesse nível de ensino, como por exemplo, o Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES). Demonstram também que a permanência na IES pública não se restringe à matrícula, mas às condições econômicas para arcar com as despesas mínimas exigidas para cursar a educação superior. Conclui-se que as políticas públicas não devem garantir apenas o acesso; necessário propiciar também a permanência e a conclusão do curso em que o aluno está matriculado.

 

Biografia do Autor

Débora Nepomuceno de Souza
Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Educação na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).
Mariluce Bittar, UCDB
Doutora em Educação (UFSCar). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação, Mestrado e Doutorado da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas Políticas de Educação Superior (GEPPES). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.

Referências

BITTAR, Mariluce; ALMEIDA, Carina Elisabeth Maciel de; VELOSO, Tereza Christina Mertens Aguiar. Ensino noturno e expansão do acesso de estudantes-trabalhadores à educação superior. In: BITTAR, Mariluce; OLIVEIRA, João Ferreira de; MOROSINI, Marília (Orgs.). Educação Superior no Brasil: 10 anos Pós-LDB. Brasília: Inep, 2008. p. 89-110.

BRASIL/PNAES. Decreto n. 7.234, de 19 de julho de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil. Diário Oficial da União, Brasília, 20 jul. 2010. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Decreto/D7234.htm>. Acesso em: 14 jan. 2012.

LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação Escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2008.

MARTINS, Clélia. O que é política educacional. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

MARTINS, Margarida João R. de Liz. Hábitos alimentares de estudantes universitários. Porto, Portugal: Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação, Universidade do Porto, 2009. Disponível em: <http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/54753/1/132680_09112TCD112.pdf>. Acesso em: 23 maio 2012.

SARKIS, Paulo Jorge. Equidade de acesso à educação Superior: o caso da UFSC. In: PEIXOTO, Maria do C. de Lacerda (Org). Universidade e democracia: experiências e alternativas para ampliação do acesso à universidade pública brasileira. Belo Horizonte: UFMG, 2004.

SAVIANI, Dermeval. Da nova LDB ao novo plano nacional de educação: por uma outra política educacional. 5. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

SOUZA, Débora Juliana de. Política de Educação Superior e os Programas de Permanência para Universidades Públicas - um estudo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul -2003-2010. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, 2012.

TERRIBILI FILHO, Armando. Ensino superior noturno no Brasil: estudar para trabalhar ou trabalhar para estudar? v. 4, n. 7, 21 de fevereiro de 2007. Disponível em: <http://www.odiseo.com.mx/2006/07/terribili-ensino.htm>. Acesso em: 10 fev. 2012.

UFMS. Resolução n. 6, de 7 de fevereiro de 2011. Aprova o regulamento da Ação Auxílio Alimentação para os alunos dos cursos de graduação, presenciais da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Campo Grande: UFMS, 2011. Disponível em: <http://www-nt.ufms.br/#ufmsGallery-picture(12)>. Acesso em: 18 abr. 2012.

______. Resolução n. 7, de 7 de fevereiro de 2011. Aprova o regulamento da Ação Bolsa Permanência da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Campo Grande, 2011. Disponível em: <http://www.preae.ufms.br/?section=norm&itemId=57>. Acesso em: 18 abr. 2012.

_____. PREAE. Edital n. 005/2011. Seleção de Acadêmicos para participação nas ações Bolsa Permanência e auxílio Alimentação. Disponível em: <http://www.preae.ufms.br/manager/titan.php?target=openFile&fileId=545>. Acesso em: 08 fev. 2012.

VELOSO, Tereza Christina Mertens Aguiar; ALMEIDA, Edson Pacheco. Evasão nos cursos de graduação da Universidade Federal de Mato Grosso, campus universitário de Cuiabá - um processo de exclusão. Série-Estudos, Campo Grande, n. 13, p. 133-148, 2002.

ZAGO, Nadir. Do acesso à permanência no ensino superior: percursos de estudantes universitários de camadas populares. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro/ Campinas, v. 11, n. 32, p. 260-370, 2006.

Publicado
2013-05-27
Seção
Artigos