Formação, saberes e práticas avaliativas: um estado da questão

  • Alessandra de Oliveira Maciel Universidade Estadual do Ceará, Campus Fortaleza
  • Antonio Germano Magalhães Junior Universidade Estadual do Ceará, Campus Fortaleza
  • Sarah Bezerra Universidade Estadual do Ceará, Campus Fortaleza
Palavras-chave: formação docente, licenciatura em matemática, avaliação.

Resumo

Este artigo tem por finalidade estabelecer um quadro de estudos relacionados à temática acerca da tríade formação, saberes e práticas avaliativas no curso de licenciatura em Matemática. A metodologia utilizada foi a pesquisa qualitativa, por meio do levantamento bibliográfico, realizado em diferentes instrumentos de busca, denominado Estado da Questão. Para coleta de dados, utilizamos a análise bibliográfica dos trabalhos científicos extraídos do Portal de Periódicos da Coordenação de aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). O referencial teórico básico ancorou-se nos estudos de Tardif (2014), Gauthier et al (1998), Nóbrega-Therrien; Therrien (2011), dentre outros. Como resultado, a pesquisa apontou para o distanciamento das discussões sobre avaliação da aprendizagem nas licenciaturas em matemática e acerca da necessidade, segundo os docentes pesquisados, de uma formação no âmbito das universidades a respeito da avaliação que favorecessem suas práticas no sentido de ultrapassar os aspectos técnicos e aproximarem-se de uma avalição na perspectiva formativa.

Biografia do Autor

Alessandra de Oliveira Maciel, Universidade Estadual do Ceará, Campus Fortaleza
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará; e; Professora e Técnica em Educação na Secretaria Municipal daEducação de Fortaleza, com lotação na Células de Avaliação da Aprendizagem.
Antonio Germano Magalhães Junior, Universidade Estadual do Ceará, Campus Fortaleza
 Graduado em Pedagogia pela Universidade Federal do Ceará (1991), graduação em História pela Universidade Estadual do Ceará (1994), especialização em pesquisa educacional pela Universidade Federal do Ceará (1992) e educação a distância pela Universidade de Brasília (2001), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (1998), doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (2003) e pós-doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2009). Atualmente é professor da Universidade Estadual do Ceará. Ministra aulas na graduação, especialização, Mestrado e Doutorado Acadêmico em Educação, Mestrado Profissional em Ensino de Saúde, Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Doutorado Acadêmico em Políticas Públicas, pesquisando na área de história da cultura e educação brasileira, avaliação e tecnologias na educação. Exerce a função de avaliador ad hoc do MEC/INEP e Conselho de Educação do Estado do Ceará. Participa de grupos de pesquisa sobre a temática história da educação brasileira, avaliação e educação a distância.
Sarah Bezerra, Universidade Estadual do Ceará, Campus Fortaleza
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (2008) e mestrado em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (2012). Cursou MBA em gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas - FGV (2014) e cursa o Doutorado em Educação na Universidade Estadual do Ceará (UECE). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação, prática docente, atuando principalmente nos seguintes temas:pesquisa, fonte histórica, formação docente e elaboração de currículo. Como também na área de Gerenciamento de Projetos. Atualmente, é professora da Faculdade de Educação de Itapipoca (FACEDI) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Ministra aulas na graduação, no curso de Pedagogia.

Referências

BARBOSA, F. R. P. B. Avaliação da aprendizagem na formação de professores: teoria e prática em questão. 2011, 129f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2011.

BELO, E. S. V. Professores formadores de professores de Matemática. 2012, 150f. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade Federal do Pará, Belém, PA, 2012.

BORGES, M. (Re)significando a avaliação da aprendizagem em Matemática no Ensino Superior. 2015, 250f. Tese (Doutorado em Matemática) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2015.

BRASIL. Resolução CNE/CES n. 3/2003. Estabelece as Diretrizes Curriculares para os cursos de Matemática. Brasília, 2003. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/ces032003.pdf>. Acesso em: 2 dez. 2016.

______. Parecer CNE/CES n. 1.302/2001. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Matemática, Bacharelado e Licenciatura. Brasília, DF, 06 nov. 2001. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES13022.pdf>. Acesso em: 2 dez. 2016.

______. Parecer CNE/CP n. 09/2001. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília, DF, 8 maio 2001. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/009.pdf>. Acesso em: 2 dez. 2016.

CARRILHO, M. F. Tornar-se professor formador pela experiência formadora: vivencias e escuta de si. 2007. 281f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, 2007.

CIANFLONE, Ana Raquel Lucato; ANDRADE, Érika Natacha Fernandes de. Práticas avaliativas no ensino fundamental e cultura escolar. Revista Paidéia, São Paulo, v. 17, n. 38, p. 389-402, 2001.

ECO, Umberto. Como se faz uma tese em ciências humanas. Lisboa: Editorial Presença, 2007.

GAUTHIER, Clemont et al. Por uma teoria da Pedagogia: pesquisas sobre o saber docente. Ijuí: Editora Unijuí, 1998.

GONZAGA, A. E. S. Das concepções às práticas de avaliação: um estudo sobre as práticas avaliativas no curso de licenciatura em Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Cajazeiras. 2016, 122f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2016.

HARUNA, L. H. Visões dos formadores da licenciatura em Matemática na construção dos saberes docentes. 2004, 209f. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2004.

JUNQUEIRA, S. M. S., MANRIQUE, A. L. Reformas curriculares em cursos de licenciatura de matemática: intenções necessárias e insuficientes. Ciência & Educação, Bauru, v. 21, n. 3, p. 623-35, 2015.

MOURA, A. C. S. Um estudo sobre avaliação da aprendizagem em cursos de graduação da Universidade Estadual de Londrina. 2007, 123f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, SP, 2007.

NÓBREGA-THERRIEN, S. M.; THERRIEN, Jacques. O estado da questão: aportes teóricos-metodológicos e relatos de sua produção em trabalhos científicos. In: FARIAS, I. M. S. de; NUNES, J. B. C.; NÓBREGA-THERRIEN, S. M. (Org.). Pesquisa científica para iniciantes: caminhando no labirinto. Fortaleza: EdUECE, 2011.

______. Os trabalhos científicos e o estado da questão. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 15, n. 30, jul./dez. 2004.

SACRISTÁN, G. J. Poderes instáveis em educação. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

SAVIANI, Demerval. Os saberes implicados na formação do educador. In: BICUDO, Maria Aparecida; SILVA JUNIOR, Celestino Alves (Org.). Formação do educador: dever do Estado, tarefa da Universidade. São Paulo: Unesp, 1996.

SHULMAN, Lee S. Those Who Understand: Knowledge Growth in Teaching. Educational Researcher, v. 15, n. 2, fev. 1986, p. 4-14.

SOARES, N. N. Constituição dos saberes docentes de formadores de professores de Matemática. 2006, 164f. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade Federal do Pará, Belém, PA, 2006.

SOARES, S. L. Avaliação para as aprendizagens, institucional e em larga escala em cursos de professores: limites e possibilidades de interlocução. 2014. 331f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2014.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2014.

TARDIF, M.; LESSARD, C.; LAHAYE, L. Os professores face ao saber: esboço de uma problemática do saber docente. Teoria & Educação, Porto Alegre, n. 4, p. 215-33, 1991.

Publicado
2018-05-23
Seção
Artigos