Professores e instituições escolares no contexto do regionalismo mato-grossense

Marisa Bittar, Amarilio Ferreira Jr

Resumo


BITTAR, Marisa. Geopolítica e separatismo na elevação de Campo Grande a capital. Campo Grande: Editora da UFMS, 1999. (Coleção Fontes Novas. Especial 100 anos de Campo Grande).

______. Mato Grosso do Sul: do estado sonhado ao estado construído. 1997. 548 p. Tese (Doutorado em História Social) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, São Paulo, 1997. v. 2.

BITTAR, Marisa; FERREIRA Jr., Amarilio. De freguesia a capital: 100 anos de educação em Campo Grande. In: CUNHA, Francisco Antonio Maia da (Coord.). Campo Grande: 100 anos de construção. Campo Grande: Matriz, 1999. p. 169-194.

FENTRESS, James; WICKHAM, Chris. Memória social. Tradução de Telma Costa. Lisboa: Teorema, 1992.

LIGA Sul Matogrossense. Pela divisão do estado de Mato Grosso: representação dos sulistas ao Congresso Nacional Constituinte. São Paulo: Cruzeiro do Sul, 1934.

MACHADO, Paulo Coelho. Arlindo de Andrade. Primeiro juiz de direito de Campo Grande. Campo Grande: Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, 1988.

MARTINS, Wilson Barbosa. Divisão foi um sonho que mobilizou o Sul. Correio do Estado. ­Campo Grande, 10 out. 1995, p. 4. (Entrevista).

MATO GROSSO. Poder Legislativo. Lei n. 3027, de 28 de abril de 1971. Concede denominações aos Estabelecimentos de Ensino que menciona e revoga a Lei n. 2603, de 28 de janeiro de 1966. Diário Oficial, Cuiabá, 30 de abril de 1971.

MELO e SILVA, José de. Canaã do Oeste (sul de Mato Grosso). Campo Grande: Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, 1989.

RIBEIRO, Lélia Rita de Figueiredo. O homem e a terra. [s/l],  [s/d].

RODRIGUES, José Barbosa. História de Campo Grande. São Paulo: Resenha Tributária, 1980.

RONDON, Antônio et al. A divisão de Mato Grosso: resposta ao general Rondon. Maracajú: Liga Sul-Mato-Grossense, 1934. 35 p.

ROSA, Maria da Glória Sá. Memória da cultura e da educação em Mato Grosso do Sul: histórias de vida. Campo Grande: UFMS, 1990.


Texto completo:

PDF

Referências


BITTAR, Marisa. Geopolítica e separatismo na elevação de Campo Grande a capital. Campo Grande: Editora da UFMS, 1999. (Coleção Fontes Novas. Especial 100 anos de Campo Grande).

______. Mato Grosso do Sul: do estado sonhado ao estado construído. 1997. 548 p. Tese (Doutorado em História Social) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, São Paulo, 1997. v. 2.

BITTAR, Marisa; FERREIRA Jr., Amarilio. De freguesia a capital: 100 anos de educação em Campo Grande. In: CUNHA, Francisco Antonio Maia da (Coord.). Campo Grande: 100 anos de construção. Campo Grande: Matriz, 1999. p. 169-194.

FENTRESS, James; WICKHAM, Chris. Memória social. Tradução de Telma Costa. Lisboa: Teorema, 1992.

LIGA Sul Matogrossense. Pela divisão do estado de Mato Grosso: representação dos sulistas ao Congresso Nacional Constituinte. São Paulo: Cruzeiro do Sul, 1934.

MACHADO, Paulo Coelho. Arlindo de Andrade. Primeiro juiz de direito de Campo Grande. Campo Grande: Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, 1988.

MARTINS, Wilson Barbosa. Divisão foi um sonho que mobilizou o Sul. Correio do Estado. ­Campo Grande, 10 out. 1995, p. 4. (Entrevista).

MATO GROSSO. Poder Legislativo. Lei n. 3027, de 28 de abril de 1971. Concede denominações aos Estabelecimentos de Ensino que menciona e revoga a Lei n. 2603, de 28 de janeiro de 1966. Diário Oficial, Cuiabá, 30 de abril de 1971.

MELO e SILVA, José de. Canaã do Oeste (sul de Mato Grosso). Campo Grande: Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, 1989.

RIBEIRO, Lélia Rita de Figueiredo. O homem e a terra. [s/l],  [s/d].

RODRIGUES, José Barbosa. História de Campo Grande. São Paulo: Resenha Tributária, 1980.

RONDON, Antônio et al. A divisão de Mato Grosso: resposta ao general Rondon. Maracajú: Liga Sul-Mato-Grossense, 1934. 35 p.

ROSA, Maria da Glória Sá. Memória da cultura e da educação em Mato Grosso do Sul: histórias de vida. Campo Grande: UFMS, 1990.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/serie-estudos.v0i25.249

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2318-1982 
ISSN impresso: 1414-5138 (até n.34, jul./dez.2012)

 

 


Indexada em: