O currículo de Pedagogia e a prática profissional: a concepção de bolsistas do Pibid

Nonato Assis de Miranda, Ana Silvia Moço Aparício, Paulo Sérgio Garcia

Resumo


Esse texto apresenta os resultados de uma pesquisa de natureza qualitativa realizada com o objetivo de investigar as concepções de um grupo de estudantes de Pedagogia - bolsistas do Programa Institucional de Iniciação à Docência (Pibid) - acerca de uma possível relação entre o currículo de Pedagogia da universidade participante do Pibid e a prática profissional dos professores da educação básica parceira no projeto. Os dados foram obtidos por meio de entrevista semiestruturada realizada durante as reuniões semanais conduzidas pelo Coordenador Institucional do projeto. De posse das respostas, o material foi explorado, classificado, organizado e interpretado segundo técnicas provenientes da Análise de Conteúdo, atendendo, em todos os aspectos, os interesses investigativos da pesquisa. Os resultados mostram que as alunas participantes no Pibid entendem que existe uma relação muita próxima entre o currículo que é trabalhado pela universidade (curso de Pedagogia) no que tange aos aspectos didáticos e metodológicos e o currículo observado no cotidiano das escolas públicas participantes do Projeto.

Palavras-chave


educação básica; formação docente; Pibid.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução de L. A. Reto e A. Pinheiro. 1. ed. 3. reimp. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Resolução CNE n. 2, de 1 de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias= 17719-res-cne-cp-002-03072015&Itemid=30192>. Acesso em: 21 maio 2017.

______. Lei n. 12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a ­formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 5 abr. 2013. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12796.htm>. Acesso em: 26 jan. 2017.

______. Decreto n. 7.219, de 24 de junho de 2010, que dispõe sobre o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7219.htm>. Acesso em: 28 jan. 2017.

______. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006 que institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf>. Acesso em: 22 dez. 2016.

______. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm>. Acesso em: 26 jan. 2017.

CANAN, S. R.; CORSETTI, B. O professor em formação: o PIBID no contexto da política nacional de formação de professores. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO, 4. Anais...Porto, Portugal: ANPAE, 2014.

CANDAU, V. M. (Org.).A didática em questão. 29. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

CARRARO, P. R.; ANDRADE, A. S. Concepções docentes sobre o construtivismo e sua implantação na rede estadual de ensino fundamental. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional(ABRAPEE), São Paulo, v. 13, n. 2, p. 261-8, jul./dez. 2009.

CHURCHILL JR., G. A. Marketing research: methodological foundations. Chicago: The Dryden Press, 1987.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Portaria n. 46, de 11 de abril de 2016. Aprova o Regulamento do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – Pibid. Disponível em: <http://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/15042016-Portaria-46-Regulamento-PIBID-completa.pdf>. Acesso em: 28 jan. 2017.

______. Portaria n. 84, de 14 de junho de 2016. Disponível em: <http://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/15062016-Revogacao-da-Portaria-n-46-2016.pdf>. Acesso em: 28 jan. 2017.

______. Portaria n. 96, de 18 julho de 2013. Disponível em: <https://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Portaria_096_18jul13_AprovaRegulamentoPIBID.pdf>. Acesso em: 28 jan. 2017.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES); PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID). Edital 61/2013. Disponível em: < https://www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/Edital_061_2013_PIBID.pdf>. Acesso em: 18 dez. 2016.

COSTA, F. F. Formação inicial de professores: novas políticas para velhas práticas. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA DA REGIÃO SUL, 9., 2012. Anais...Caxias do Sul, RS: UCS, 2012. Disponível em: <http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/2021/466>.

CRUZ, S. A. B. Formação Continuada à luz de Meireu. Curitiba, PR: Appris, 2014.

DOURADO, L. F. Diretrizes curriculares nacionais para a formação inicial e continuada dos profissionais do magistério da educação básica: concepções e desafios. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 36, n. 131, p. 299-324, abr./jun. 2015.

FALCÃO, G. M. B.; FARIAS, I. M. S. Formação de professores e o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID): apontamentos sobre avanços e contradições de um programa. Série-Estudos, Campo Grande, MS, v. 22, n. 44, p. 161-79, jan./abr. 2017.

FORMOSINHO, J. Formação de professores: aprendizagem profissional e acção docente. Porto, Portugal: Porto Editora, 2009.

FÓRUM NACIONAL DOS COORDENADORES INSTITUCIONAIS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (FORPIBID). Informe ForPibid n. 07/2016 avanços e desafios para o Pibid. Disponível em: <http://www.forpibid.net.br/informes/informe_­forpibid_072016.pdf>. Acesso em: 27 jan. 2017.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia. 43. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GARRIDO, E. Sala de aula: espaço de construção do conhecimento para o aluno e de pesquisa e desenvolvimento profissional para o professor. In: CASTRO, A. D.; CARVALHO, A. M. P. (Org.). Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Cengage Learning, 2001. p. 125-41.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. S.; ANDRÉ, M. E. D. A. Políticas docentes: um estado da arte. Brasília: Unesco, 2011.

GATTI, B. A. et al.Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). Textos FCC, São Paulo, v. 14, p. 1-120, set. 2014. Disponível em: <https://www.capes.gov.br/images/stories/download/bolsas/24112014-pibid-arquivoAnexado.pdf>. Acesso em: 29 jan. 2017.

GATTI, B. A. A formação inicial de professores para a educação básica: as licenciaturas. Revista USP, São Paulo, n. 100, p. 33-46, dez./jan./fev. 2013-2014.

HARDOIM, R. L. A.; CHAVES, I. M. A. B. O Pibidem narrativas e a formação de professores. In: FLORES, M. A.; COUTINHO, C. (Org.). Formação e trabalho docente: tendências e desafios atuais. Santo Tirso, Portugal: De Facto Editores, 2014. p. 57-69.

HAAS, C. M.; RIBEIRO, E. F. D. “Ser pedagogo” para alunos egressos de um curso de pedagogia: dialogando com a prática formativa. Revista de Estudos Aplicados em Educação, São Caetano do Sul, SP, v. 1, n. 1, p. 30-48, jan./abr. 2016.

LIBÂNEO, J. C. Democratização da Escola Pública: a pedagogia crítico-social dos conteúdos. 21. ed. São Paulo: Loyola, 2006.

______. Didática: velhos e novos temas. Goiânia: Edição do Autor, 2002.

LUCKESI, C. C. O papel da didática na formação do educador. In: CANDAU, V. M. (Org.).A didática em questão. 29. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009. p. 25-34.

MONTANDON, M. I. Políticas públicas para a formação de professores no Brasil: os programas Pibid e Prodocência. Revista da ABEM, Londrina, PR, v. 20, n. 28, p. 47-60, 2012.

PANIAGO, R. N.; SARMENO, T. A formação na e para a pesquisa no PIBID: possibilidades e fragilidades. Educação & Realidade, Porto Alegre, RS, v. 42, n. 2, p. 771-92, abr./jun. 2017.

PEREIRA, A. K.; LIMA, G. G. O Pibid na formação dos licenciandos em química do IFTM – campus Uberaba: (re)pensando a docência na educação básica. HOLOS, ano 32, v. 3, p. 150-73, 2016.

PICONEZ, S. A prática de ensino e o estágio supervisionado. Campinas, SP: Papirus, 1991.

PIMENTA, S. G. O estágio na formação de professores-unidade teoria e prática? São Paulo: Cortez, 1994.

______. Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. Nuances Estudos sobre Educação, São Paulo, SP, v. 3, n. 3, p. 5-14, 1977.

PIAGET, J. Biologia e conhecimento: ensaio sobre as relações entre as relações orgânicas e os processos cognoscitivos. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

RAUSCH, R. B; FRANTZ, M. J. Contribuições do PIBID à formação inicial de professores na compreensão de licenciandos bolsistas. Atos de Pesquisa em Educação, Blumenau, SC, v. 8, n. 2, p. 620-41, maio/ago. 2013.

SACRISTÁN, J. G. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SCHÖN, D. A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Tradução de Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

SILVA, T. T. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

SOLÉ, I.; COLL, C. Os professores e a concepção construtivista. In: COLL, César et al. O construtivismo na sala de aula. 6. ed. São Paulo: Ática, 2006. p. 9-28.

TRAVERSINI, C. S.; BALEM, N; COSTA, Z. Que discursos pedagógicos escolares são validados por professores ao tratar de metodologias de ensino? In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO: PEDAGOGIAS (ENTRE) LUGARES E SABERES, 5, 20-22 ago. 2007. Anais... São Leopoldo: UNISINOS, 2007. CDROM.

VERASZTO, E. V.; CAMARGO, E. P.; MIRANDA. N. A.; CAMARGO, J. T. F. Professores em formação em ciências da natureza: um estudo acerca da atuação de cegos congênitos em atividades científicas. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 6, n. 10, p. 69-86, jan./jun. 2014.

ZAQUEU, A. C. M. Pibid: política educacional ou medida Emergencial? RG&PP, v. 4, n. 2, p. 324-33, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/serie-estudos.v22i46.1074

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2318-1982 
ISSN impresso: 1414-5138 (até n.34, jul./dez.2012)

 

 


Indexada em: